AMÉRICAS E CARIBE 2009 - SÃO PAULO - BRASIL
EM BREVE
STD: novo campeão, um bi ou um tri?

Ano passado (2009), me lembro como se fosse hoje, estava na pré-pista para o reconhecimento de pista Standard Brasileiro, e aquilo não acabava mais. Sei eu quantos cães eram, 80 e poucos talvez. Fato é que não tinha fim a fila.

Na minha frente não sei quem e atrás o Henrique com a Mancha. Perguntei: "quem leva o título?". Ele riu com o canto da boca e deu uma olhada pra Mancha dizendo: "não sei, mas pode pintar um novo vencedor" ou algo assim. Artur estava junto e lançou um "nesse tipo de prova ganha uma zebra".

Como zebra ou favorito, com azar ou sobrando sorte é fato que o Brasil tem seis dos nove títulos do Américas e Caribe no Standard.

Os primeiros títulos vieram com Tamaio e Billy 1 (foto ao lado)em 2001 e 2002. Outro Agility. Outros tempos, em que Tamaio venceu sozinho um título por equipes conduzindo três cães.

Depois tivemos uma fase de baixa. Com equipes pequenas 2003, 2004 e 2005 foram anos estranhos para o A&C.

A volta seria dada em 2006. Com uma equipe que contava com novas caras e alguns condutores com longa experiência o time brasileiro era forte. Foi Zezinho com Bira que levou o Brasil novamente ao topo do pódio Standard. Aquele foi um ano de muitos títulos inclusive.

No seguinte 2007, Américas e Caribe do México, tivemos várias novidades também na equipe. Por exemplo: Rodrigo e Panda. Eram a sensação brasileira em pista. Com zonas de contato seguras e rápidas unidas as trajetórias perfeitas venceram Uma Copa CBA e um Brasileiro. Só que quem venceu o A&C foi outra dupla. Dan com Dina (foto ao lado em pista)ficou com a taça de Campeão.

Não era novidade em A&C, foi a terceira edição da competição para os dois. Tìtulo merecido, como todos os outros.

O Brasil fez das doze colocações possíveis nos pódios individuais 10. No Standard por exemplo do 1º ao 4º.

Para o Américas e Caribe de Buenos Aires, 2008 na Argentina, o Brasil monta uma equipe que ultrapassa 30 duplas. Tinhamos quase todos os que foram no Mundial 2007 e mais uma gama de duos. Foi a maior delegação do Brasil em um A&C fora do nosso território.

Para repetir Tamaio e Billy1, Dan e Dina vencem novamente o Américas e Caribe. Com o joelho recém operado foi a consagração da dupla e o quinto título Brasileiro na competição.

Voltamos assim ao início do texto. No meu primeiro A&C tive a oportunidade de perguntar para o Henrique quem iria vencer. Profecia ou não, manchou a história de uma forma boa, sendo campeão saído há pouco do grau 2.

Bem como sr. Artur Pires disse, talvez até repetisse agora caso fosse o escriba a relatar tais fatos acima, existe uma grande chance de vencer uma zebra.

Tomara que seja um Brasileiro. Será ele Campeão, Bi ou Tri?

Dia 21 de março saberemos.

Fabiano Estigarribia


No ar desde:27/02/2010

VOLTAR