G3 no XBR - renovação e o sobe/desce das duplas - CBA - Comissão Brasileira de Agility
G3 no XBR - renovação e o sobe/desce das duplas
Notícia publicada dia: 30/06/2009
Campeonato Brasileiro, décima edição, encerrado há algum tempo já podemos fazer  alguns exercícios comparativos e de memória, algo que só é possível realmente no grau 3, visto que nos outros graus (G0, G1 e G2) temos mudanças rápidas e constantes. Logo é lá, no G3, que podemos comparar o desempenho dos duos ao longo das temporadas.

Na foto ao lado Mauro e Nina que competiram no Grau 3 na última etapa, já que mudaram de grau na 9ª e não marcaram pontos. Instantâneo da Heloísa Garcia (Helô).

A comparação será feita apenas com os três últimos brasileiros, que foram disputados no formato unificado, onde todas as duplas, independente do tamanho (Mini/Midi/Standard) dividem os pontos. Outra característica desses três campeonatos é a regra dos 10%, criada para incentivar a evolução das duplas minis e midis. Essa regra merece um parágrafo, inclusive.

No primeiro Brasileirão usando a regra  dos 10%, oitava edição, tivemos apenas 1 não Standard entre os dez primeiros e entre os vinte melhores só 5. Na nona edição, entre os dez melhores foram 3 e entre os vinte um total de 6. A décima edição tivemos um aumento entre os dez primeiros, 5 no total, mas entre os vinte o aumento foi mais significativo chegando a 9, quase metade.
 

VIII BR
IX BR
X BR
Standards
9
7
5
Minis/Midis
1
3
5

Renovação nas duplas do Grau 3

Haroldo e Backer estreantes no ranking do Grau 3. Foto by Helô.

Das 44 duplas que pontuaram no 10º Campeonato Brasileiro apenas 17 também pontuaram no 8º Brasileirão e 26 no 9º. Além disso 16 não haviam pontuado nas edições anteriores e apenas 15 ponturam nas três edições, número menor que o primeiro.

Embora tenha havido uma grande renovação nos últimos dois anos em termos de duplas não foi tão grande em termos de condutores. Apenas três nunca haviam pontuado no grau 3 e pontuaram com cães que subiram de grau juntamente com seus condutores. Haroldo/Backer, Eduardo/Phoebe e Gabriela/Chelsea. Fernanda Ianella também nunca havia marcado no grau 3, porém marcou com Billy Brown, cão que já venceu Unificados com outro condutor.

Veja abaixo na tabela (clique para ampliar) as duplas que pontuaram no X Campeonato Brasileiro dentro do Grau 3 e suas colocações nas edições anteriores.
 
Fabiano Estigarribia


Central de Carteiras
Últimas Solicitações
Renovação de Carteira
Novas Carteiras
Buscar uma Carteira
Noticias