<b>A&C2013:</b> visão interna por Samy Wroblewski - CBA - Comissão Brasileira de Agility
A&C2013: visão interna por Samy Wroblewski
Notícia publicada dia: 19/04/2013

Olá, mais um A&C se foi e com ele mais um caminhão de experiências.

Foi a primeira vez que fui pra lá como técnico principal e levava comigo uma responsabilidade diferente. Sempre, sempre mesmo, ajudava no que podia em todas as competições internacionais que eu fui, mas dessa vez isso era obrigação.

Não é fácil ter que trabalhar e ao mesmo tempo se preocupar com a água do seu cão, tirar ele pra passear, aquecer e competir, mas eu sabia disso desde o início.

Tive que dosar a minha ida às pré-pistas, pois na sexta-feira foi muito cansativo e era apenas o primeiro dia de competições, dois mais estavam por vir.

Na sexta-feira fui em quase todas, no sábado e no domingo, dividi mais essa função com o Felipe e com o Renan, que também estavam lá com essa responsabilidade.

Queria falar um pouco mais de cada um dos integrantes, acho que vocês merecem um feedback, pois fazia tempo que não via uma delegação tão focada em um objetivo muito claro: Levar o Brasil ao topo!

Não vou falar nem de mim, nem dos meus companheiros de Comissão Técnica, é claro. 

Na categoria mini fomos representados por cinco duplas: Katia e Candy, Kay e Jackie, Paulo e Blanka, Renan e Nitro e Samir e Lali.

Katia: Sempre um exemplo de superação. Coloca na cabeça o objetivo de terminar o percurso e o faz como extrema destreza! Com a Candy, nós sabíamos que o objetivo maior era a prova por equipes, mas ainda assim fez boas apresentações no individual!

Kay: Uma das estreias do grupo! Na minha avaliação teve uma boa atuação, o nervosismo estaria presente mesmo, mas mesmo nas pistas que eliminaram, Kay e Jackie iam fazendo ótimas apresentações.

Mostraram ser uma dupla que pode fazer parte dos times minis do Brasil no futuro.  Levaram pra casa duas medalhas por equipe e terminaram a participação com uma boa pista no Gran Jumping das Américas.

Paulo: Não tem muito o que falar, nos times esbanjou experiência, exercendo o papel que esperávamos e no individual tentou tirar o máximo da Blanka. Até por isso cometeram alguns erros inesperados para a dupla, mas estiveram na disputa o tempo todo e conseguiram ótimos resultados individuais também!

Samir: Soube administrar muito bem a Lali, eu achava que ela ia sentir um pouco, estranhar o ambiente, mas não falei nada. Ela de fato sentiu, mas é aí que os 12 ou 13 anos de experiência dentro do esporte fazem a diferença. A dupla começou mais ou menos e terminou no mais alto estilo, campeões individual do A&C 2013! Sem dúvida uma dupla que esta nos planos para o futuro dos nossos minis.

No midi fomos representados por seis duplas: Aurélio e Cacau, Fernando e Teko, Katia e Carol, Marcela e Dora, Marcos Victor e Fly e Samy e Theo.

Aurélio: Era mais ou menos como o Paulo para o minis, a dupla mais experiente, participa do time midi brasileiro desde 2006 e não desapontaram. Além de conseguir duas medalhas por equipes, Aurélio ainda levou a Cacau a um excelente terceiro lugar no Open Individual! 

Fernando: Nessa dupla, o Teko era o estreante em viagens, o Fernando já tinha mais experiência. Foram muito bem, sempre andando entre os primeiros da categoria, mostrando que têm capacidade de brigar lá em cima. As duas medalhas por equipe serviram para coroar a boa atuação da dupla.

Katia: Agora o papo é diferente, com a Carol a Katia tinha expectativas no individual e elas não decepcionaram. No Open tiveram uma ótima participação, conseguindo um vice – campeonato com belas pistas.

Acho que a dupla esta cada vez mais afinada e esta se tornando cada vez mais titular desse time midi do Brasil.

Marcela: Não conversei com ela sobre isso, mas acho que ela se surpreendeu com o campeonato que fizeram. A dupla encheu os olhos de quem assistia a competição e a Marcela esta cada vez mais madura como condutora. Conduzir um Border midi rápido como a Dora, não é tarefa fácil e ela o fez muito bem! 

Marcos Victor: Fez um excelente campeonato com a Fly, algumas coisas não saíram como ele esperava, mas mesmo assim teve ótimos momentos com ela, mostrando que tem muito potencial. A dupla mostrou e mostra que com trabalho se chega lá. 

No standard fomos representados por treze duplas: Aurélio e Totó, Dan e Black, Dan e Brownie, Felipe e Petit, Fernanda e Laka, José Luiz e Bona, Leandro e Jimi, Marcela e Simba, Marco Polo e Ernesto, Marcos Victor e Pretty Beth, Marcos Victor e Trufa, Samir e Loli, Tiago e Happy.

Aurélio: Diferente da Cacau, o Totó não tinha tanta experiência em viagens. Na minha visão, foram muito bem. Fizeram tempos muito bons e acho que se fossem uma dupla mais entrosada teriam feito um campeonato melhor.

Dan: Com Black, fez um jumping individual Open fantástico e com a Brownie pagou por ainda não ter tanto entrosamento. Mesmo com cães muito diferentes, mostrou a qualidade de ambos, mas infelizmente uma lesão encurtou sua participação no campeonato.

Fernanda: Fez um campeonato muito bom com a Laka. Tiveram alguns acidentes de percurso, mas mostraram muita qualidade. Com certeza estão no caminho certo e vão para a próxima com mais experiência na bagagem! 

José Luis: Um campeonato próximo da perfeição, nove pistas, sete zeradas. A dupla esta cada vez mais madura e vai se firmando cada vez mais. Sempre andando no topo, Zé e Bona levaram três medalhas pra casa, sendo duas de ouro, ótimos resultados.

Leandro: Acho que é mais um que pode sair com sentimento de missão cumprida. Fez boas pistas, não eliminou nenhuma e fez um ótimo papel no time do Open. Acho que a evolução como dupla é notória e Jimi mostrou que pode andar muito bem.

Marcela: Fez um ótimo campeonato com o Simba. No time fez o papel que esperávamos e no individual brigou por medalha o tempo todo. O terceiro lugar no individual do A&C explicita bem isso! É uma dupla nova e tem muito a crescer ainda.

Marco Polo: Esse é um exemplo de superação, caiu, levantou, zerou, vibrou! Fez de tudo! Marco e Ernesto fizeram a galera vibrar e mais do que isso, se entregaram o tempo todo! É uma dupla que vem se entrosando e estão de parabéns pela dedicação.

Marcos Victor: Com a Pretty, não teve o resultado esperado, mas mostrou que tinha chances de levar aquele G1. Já com a Trufa fez um campeonato muito consistente, com poucos erros e era isso que esperávamos dele!

Samir: Para uma dupla que estava sem competir até outro dia, na minha opinião foram bem. Com certeza podem voltar a ser o que eram e acho que com o tempo isso vai acontecer.

Tiago: Mostrou que essa sequencia de A&C’s disputados trouxe boas experiências, não parecia mais o cara nervoso que competiu no Chile em 2010, seguro de si e sabendo do que podia fazer levou o ouro tanto no time, quanto no individual do Open. Tiago também fez um campeonato com nove pistas, sete zeradas e as duas medalhas de ouro e uma de prata, coroaram sua atuação!

Samy Wroblewski
Comisssão Técnica

Galeria de Imagens

Pódio Open Individual Midi


Pódio Open Individual Standard


Pódio Open Equipes Mini

Pódio Open Equipes Standard


Pódio A&C2013 Individual Mini


Pódio A&C2013 Individual Midi


Pódio A&C2013 Individual Standard


Pódio A&C2013 Equipes Mini


Pódio A&C2013 Equipes Standard


Pódio Gran Jumping Midi


Pódio Gran Jumping Standard


Central de Carteiras
Últimas Solicitações
Renovação de Carteira
Novas Carteiras
Buscar uma Carteira
Noticias