Saiba mais sobre o IMCA e o PAWC - CBA - Comissão Brasileira de Agility
Saiba mais sobre o IMCA e o PAWC
Notícia publicada dia: 01/08/2007
Acontece em Girona, na Espanha, entre 6 e 9 de Setembro, o 8º IMCA(International Mixed & Breed Championship Agility) e o 6º PAWC(ParAgility World Cup).

Sete anos atrás, a italiana Petra Fuchs achou ser injusto que apenas cães com pedigree pudessem participar de Campeonatos Internacionais, então, diferente de muitos, ela decidiu fazer algo para mudar isso e inventou o IMCA. O IMCA, que na época significava International Mixed Breed Championship Agility, aceitava apenas cães sem raça definida.

A primeira competição aconteceu nos dias de 11 e 12 de Novembro de 2000, em Parma, na Itália.

Em 2001, quando o campeonato foi sediado na República Tcheca, a competição foi aberta aos cães com pedigree e seu nome mudou para International Mixed & Breeds Championship Agility.

Em 2002, a competição aconteceu na Hungria, na cidade de Gyula, e junto ao 3º IMCA, aconteceu o 1º PAWC (ParAgility World Championship), um campeonato para condutores deficientes. O primeiro PAWC foi organizado pelo Sr. Sándor Alt.

Em 2003, o 4º IMCA e o 2º PAWC aconteceram em Platja D’Aro, na Espanha.

No ano seguinte, o 5º IMCA e o 3º PAWC aconteceram em Purkersdorf, na Áustria.

O IMCA volta a sua origem em 2005, quando foi sediado na Itália, dessa vez na cidade de Celle Ligure, junto ao 4º PAWC.

Ano passado, o 7º IMCA e o 5º PAWC aconteceram em Amersfoort, na Holanda, entre 31 de Agosto e 3 de Setembro. As pistas foram montadas pelo húngaro Arpád Tóth e pelos holandeses Rick Molenkamp e Peter Borsje.

No IMCA, os cães são separados assim como pela FCI, de acordo com o seu tamanho, em Mini, Midi e Standard.

Quanto ao PAWC, os cães não são separados pelo seu tamanho, e sim pela deficiência do seu condutor.

Os grupos são:

Grupo 1: competidores usando veículos com bateria, como cadeiras de rodas motorizadas;

Grupo 2: competidores usando veiculos manuais (cadeira de rodas manual);

Grupo 3: competidores com limitação em relação a andar, e que possam se mover razoavelmente rápido;

Grupo 4: competidores com forte limitação em relação a andar, que se movam devagar e que usem aparelhos de assistência, como bengalas ou muletas;

Grupo 5: competidores sem limitação em relação a andar, porém com limitações como visão ou audição.

Renan Campos

Central de Carteiras
Últimas Solicitações
Renovação de Carteira
Novas Carteiras
Buscar uma Carteira
Noticias