<b>Na pré pista:</b> Vivian Razel - CBA - Comissão Brasileira de Agility
Na pré pista: Vivian Razel
Notícia publicada dia: 27/10/2008
A escolhida desse mês para o “Na Pré Pista”, foi a Vívian. Entre tantos condutores, ainda não me acostumei em quais critérios usar para escolher um.

Resolvi, então, escrever sobre a Vívian. No Agility não são poucos os condutores que pegam um outro cão, tentando crescer no esporte e ser mais competitivo. Muitas das duplas que começaram com uma raça mais “popular” no Brasil, seus cães que eram apenas Pet, buscam as raças mais competitivas do esporte e pegam um Pastor de Shetland ou um Border Collie.

A Vívian fez o caminho oposto. Já tinha o Elvis, seu Border Collie, e pegou um “neto do Augusto”, o Tobby, um Golden Retriever, que teoricamente não é tão competitivo quanto um Border Collie.

A Vivian é mais uma condutora que mostra que o Agility não é só competição. É uma das condutoras que mostra o quanto é divertido praticar Agility e como isso aumenta a sua integração com seu cão.

Na Pré Pista, Vivian!


“Minha história começa assim... Meu nome é Vívian, sou fonoaudióloga e comecei com Agility sem cão!

Há muitos e muitos anos atrás, mais precisamente em 1999, tive o meu primeiro contato com o Agility através da ABRAFA, pois o Bug, meu São Bernardo fazia adestramento e aulas de Agility com a Betina e com o Gelson. Como percebemos que era uma atividade muito legal tanto para os donos como para os cães, minha mãe avisou a Verinha (que já era amiga da família) sobre isso e ela resolveu começar com o Nicolau.

Aí se passaram 4 anos... Eu me afastei um pouco, casei, separei e um dia em janeiro de 2003, a própria Verinha, agora no Canil Leão, me convidou para irmos ao Rio de Janeiro lhe fazer companhia numa competição. Não hesitei e fui. Pronto. Passei a acompanhá-la nas provas e a freqüentar o Canil Leão. Percebi que as pessoas lá eram especiais, que o Agility acabava unindo pessoas que compartilhavam dos mesmos sentimentos pelos cães.

Não agüentei mais ficar só olhando, precisava de um cão para praticar. Pensei em várias raças. Qualquer raça que sugeria ao Eugênio resultava em desaprovação. Ele me dizia que se eu quisesse um cão para agility, deveria ser um Border Collie. Eu não gostava, eles me pareciam feios... Até encontrar o Elvis.

Com 1 mês, o Elvis me conheceu. Lambeu o meu queixo e foi amor a primeira vista. Daí para frente foi loucura... Iniciar com um Border não foi fácil... Eles ficam prontos antes da gente! E aí a saga continuou: provas, desclassificações, alegrias, choros, estrelinhas até chegar ao sonhado grau 3!!! Quanta felicidade!!! Não tenho pretensões de ir ao mundial com o Elvis, mas quero fazer um agility bonito: sem desclassificações, sem faltas, conduções seguras, uma boa trajetória. Isso é o suficiente para me fazer feliz com ele.

Aí, como um filho não planejado, chega o Tobby!!! Neto do Augusto! Ele veio para nos preparar para a perda do Bug. Já contagiada pelo vírus do agility e com um cão em casa, pensei: tem quatro patas, faz au au, pronto: vai fazer agility!

Foi tudo muito diferente com ele, afinal eu já tinha um pouco mais de experiência. E já estou no grau 2 com o Tobby!!! Até o Bóris, o mais novo São Bernardo da casa, brinca na medida do possível, de Agility!

Loucuras pelo Agility? Diria que várias pequenas loucuras: trocar de carro para ter espaços para as caixas de transporte e maior conforto para os cães, treinar em baixo de chuva e até as 11 horas da noite, enfrentar trânsito, enchentes, só para não deixar de treinar, competir em cada lugar...

Maiores alegrias? Cada pista terminada, cada estrelinha conquistada com eles é uma alegria imensa. Mas tem também o prêmio pelo Agility News em 2005 de Futura Promessa com o Elvis: inesquecível!

Elvis ama agility como trabalho. Tobby ama agility como diversão! E eu amo agility como se fosse uma “filosofia de vida”, pois me proporcionou conhecer pessoas maravilhosas, que se tornaram uma família, deu outra direção na minha vida após minha separação, um certo amparo emocional e fez com que eu aprendesse a amar e conviver com mais qualidade com meus meninos...”

Depoimento de Vívian Razel
Matéria de Renan Campos

Vídeo de Vivian conduzindo:


Central de Carteiras
Últimas Solicitações
Renovação de Carteira
Novas Carteiras
Buscar uma Carteira
Noticias