<b>A história de Cuore no Agility</b> - CBA - Comissão Brasileira de Agility
A história de Cuore no Agility
Notícia publicada dia: 25/02/2009
Por mais que todos nós saibamos que a vida de nossos amigos não é tão longa quanto as nossas nunca estaremos preparados para ve-los partir.

Sem a pretenção de confortar essa á uma pequena homenagem para um cão que tanto fez pelos por seus condutores e pelo Agility. Assim segue uma breve retrospectiva de Cuore dentro do esporte, primeiro com Marcos Felipe e logo em seguida com Marco Pólo, filho e pai.
Por volta de setembro de 2006 começaram as conversas para a realização de uma competição interestadual que visava unir a Região Sul em torno do Agility. A primeira prova foi realizada no formato de Match (prova não oficial) na cidade de Florianópolis Santa Catarina. No total 23 duplas entraram em pista, entre elas Cuore conduzido por Marcos.

Na ocasião Marcos e Cuore tinham apenas dois meses de treinamento.  A estréia não foi das melhores e com duas desclassificações ficou claro que precisavam de mais tempo e esse Match serviu para mostrar isso e também que Cuore seria um bom cão para pratica do agility já que vontade pra ele não faltou.

A estréia em uma prova oficial ocorreu dia 1º de abril de 2007 no Campeonato Gaúcho daquele ano em São Leopoldo. Nesse dia foram realizadas duas provas, uma delas foi vencida pela dupla. Essa foi a primeira de muitas que viriam.

Em abril de 2007 Cuore já tinha sete meses de treinamento e era hora então de tentar um vôo mais longo. O "X" da questão era Marcos controlar o nervosismo.

Foi ai que vieram as provas do VIII Campeonato Brasileiro em Atibaia, 10ª e 11ª etapas da Competição. Era a estréia de Cuore em um Campeonato Nacional e também de seu condutor. Naquelas provas foram dois o pódios e nas duas vezes em 2º lugar. Na 10ª etapa Marcos termina quase caindo a pista.

Naquela altura do Brasileiro 2006/2007, depois das provas de Atibaia, faltavam três etapas para o final da competição e com Marcos Cuore obteve nesses últimas etapas mais dois segundos e um terceiro lugar, terminando o Ranking Iniciante Standard na 2ª colocação.

O resultado foi muito comemorado, já que dentro do certame foram cinco entradas em pista e cinco pistas completas e cinco pódios. Ficou faltando apenas a vitória.

Terminado o VIII Campeonato Brasileiro Marcos Felipe se ausenta das competições e quem assume o treinamento e a condução de Cuore é seu pai Marco Pólo.

A competição que veio em seguida foi a II Copa CBA, porém foi no IX Campeonato Brasileiro, com início em novembro de 2007, que Cuore voltou as pistas.

Competindo em todas as etapas, 14 no total, Cuore conduzido por Marco Pólo, fez um Campeonato excelente. Com quatro primeiros lugares, dois segundos, dois terceiros, e um quarto, nove pódios, levou o título de Campeão Iniciante Standard.

Entraram em pista como iniciantes até completarem um ano na categoria, o que ainda permitiu que fizessem seis etapas da III Copa CBA, onde terminaram o Ranking na 5ª colocação. Como melhores resultados um 2º, um 3º e um 5º lugar.

A volta as pistas ocorreu agora em fevereiro, na 1ª etapa do X Campeonato Brasileiro de Agility já no grau 1. Cuore, conduzido por Marco Pólo, completou duas das quatro provas, uma delas com a qualificação Bom no sábado e outra com a qualificação Excelente com apenas 0,94 de excesso de tempo.

Cuore cumpriu bravamente sua missão na Terra, ajudou seus condutores a aprender mais sobre agility e terá seu lugar de honra na história e especial em nossas memórias.

Fabiano Estigarribia

Fontes de Pesquisa:
www.agilitybr.com.br
www.amigodocao.com.br


Central de Carteiras
Últimas Solicitações
Renovação de Carteira
Novas Carteiras
Buscar uma Carteira
Noticias